Suplementação de creatina

Suplementação de Creatina em Indivíduos Saudáveis Melhora a Memória de Curto Prazo e Inteligência/Raciocínio

Introdução

A creatina é considerada um composto natural, sintetizado a partir de aminoácidos arginina, glicina e metionina. Sua principal função é fornecer energia imediatamente aos tecidos com maiores demandas, como por exemplo o músculo e o cérebro através de ligações de fosfato de alta energia da fosfocreatina, que estão disponíveis para reposição imediata de ATP em circunstâncias que demandam energia.

Como já é de conhecimento de todos, os neurônios realizam muitos processos que requerem energia. Foi demonstrado que a creatina administrada aumenta o fornecimento de energia aos neurônios em adultos saudáveis.

Relação da Creatina com a Cognição

Uma associação da função da creatina com o desempenho cognitivo é sugerida por distúrbios genéticos de creatina (deficiência de AGAT, GAMT ou SLC6A8) caracterizados por disfunção mental (atraso de desenvolvimento global, deficiência intelectual). Esses efeitos foram amplamente revertidos após a suplementação oral de creatina em AGAT, GAMT, mas não na deficiência de SLC6A8.

Com base em outras evidências, acredita-se que a creatina também participe da plasticidade neuronal, e também foi demonstrado que o treinamento mental eleva os níveis de creatina no cérebro, sugerindo uma regulação positiva do armazenamento de energia em repouso.

Resultados

Uma revisão sistemática foi realizada com o objetivo de investigar os efeitos da administração oral de creatina na função cognitiva de indivíduos saudáveis, os resultados obtidos nesse estudo de revisão foram:

  • Foram observadas evidências de que a memória de curto prazo e a inteligência/raciocínio podem ser melhoradas com a administração de creatina.
  • Os vegetarianos responderam melhor do que os demais indivíduos em tarefas de memória, mas para outros domínios cognitivos nenhuma diferença foi observada.
  • Um estudo demonstrou melhora significativa da memória a longo prazo e rememoração espacial direta.

Conclusão

Foi possível concluir que a creatina oral pode melhorar a memória de curto prazo e a inteligência/raciocínio em indivíduos saudáveis. Os resultados sugerem benefício potencial para indivíduos idosos e estressados.

Referências bibliográficas

AVGERINOS, K. I.; SPYROU, N.; BOUGIOUKAS, K. I.; KAPOGIANNIS, D. Effects of creatine supplementation on cognitive function of healthy individuals: A systematic review of randomized controlled trials. Experimental gerontology, 108, p. 166-173, 2018.